História do Frango Americano no Brasil

O frango Americano no Brasil é como se fosse o sushi há 30 anos atrás, poucas opções de restaurantes e baixa qualidade no produto em solo brasileiro. Se falarmos do mercado nos EUA, estamos falando de mais de 3500 operações. Hoje,  se juntarmos os 3 maiores players no Brasil (KFC, POPEYES e HNT) , não chegamos nem a 100 lojas. Importante comentar, que nessa conta não entram marcas de frango estilo "à milanesa". Enganam-se os empreendedores/franquias genéricas, que acham que fazer o verdadeiro fried chicken americano, basta comprar uma fritadeira de pressão americana. Existem marcas "tupiniquins" que fazem seus franqueados usarem o famoso cereal Corn Flakes em sua receita, onde o kilo é mais de R$ 25,00, simplesmente para deixar com a aparência crocante. Ficamos realmente chocados com tanta "enganação" das franquias genéricas do mercado brasileiro. O problema de copiar um estilo sem ao menos ter conhecimento, significa queimar o mix na cultura brasileira.  E infelizmente as grandes marcas "gringas" lá de fora do Brasil, estão adotando aqui em nosso mercado políticas de preços muito baixos,  prejudicando a qualidade no produto final. 

 

Segue abaixo um pouco da história das marcas mais importantes em solo Brasileiro:

 

 

Primeira Tentativa (1992 a 1997)

 

A rede pioneira de frango no mundo chegou no Brasil na década de 70, mas não havia ainda a cultura do fast food. Em 1992, a KFC, então controlada pela Pepsico, voltou ao Brasil. Um dos responsáveis pela missão de expandir a marca foi o empresário Pedro Conde Filho, herdeiro do BCN (Banco de Crédito Nacional). O plano era montar lojas em pontos estratégicos da cidade, como as avenidas Paulista, Sumaré e a Rua São Bento. Em 1996, a rede chegou a ter 23 lojas e quatro quiosques no país. Mas a ideia de comer frango frito com osso com as mãos foi rejeitada novamente e, a partir de 1997, as lojas começaram a ser fechadas. Conde Filho desistiu da rede e a Pepsico resolveu mudar de estratégia. Fechou todos os pontos de rua em São Paulo para se dedicar apenas às vendas em shopping centers, de olho nos consumidores emergentes. A receita deu errado de novo e as lojas restantes também começaram a fechar suas portas, até que não sobrou nenhuma.

Saldo 27 lojas abertas e 27 lojas fechadas

 

Em 1995 foi inaugurada a primeira unidade HNT, no shopping Nova América. A ideia era adaptar a cultura americana aos padrões culturais do Brasil.

Segunda Tentativa ( 2003 a 2007)

 

Em 2003, numa nova tentativa, o KFC (YUM BRANDS) apostou no mercado fluminense com adaptações do cardápio ao gosto brasileiro e se deu melhor. Seriam 14 lojas no Rio de Janeiro.  Para atingir esse número, foi preciso ampliar a oferta de sanduíches para conquistar um público que não é tão fã assim do frango frito. Tanto que a “estrela” do cardápio do KFC mundial responde hoje por apenas 10% do total das vendas do KFC no Brasil.

 

Terceira tentativa  ( 2007 a 2016)

 

Em 2007, o máster franqueado no Brasil passou a ser a BFFC (Brazil Fast Food Corporation), dona da marca Bob’s e franqueado da Pizza Hut em São Paulo (outra marca que ressuscitou no mercado paulistano). O cardápio ganhou novidades, como o combinado AFFS – arroz, feijão, frango e salada – e talheres de metal substituíram os descartáveis.

Alguma unidades foram fechadas como: Carioca Shopping, Macaé shopping entre outras.

 

Em 2013 a HNT depois de ter certeza que seu produto e mix era um sucesso, começou o seu processo de expansão e cresceu com mais 3 unidades próprias. Totalizando 4 unidades próprias.

 

Em 2015 a HNT se associou a ABF ( Associação Brasileiras de franquias ) e começou a participar de feiras e  eventos abrindo as suas duas primeiras franquias .

 

Em 2016 a HNT abriu mais 8 franquias. Totalizando 12 franquias em operação.

 

 

 

Quarta tentativa (2018 até o momento)

 

Em 2018 O empresário Carlos Wizard Martins e seus filhos Lincoln Martins e Charles Martins, proprietários do fundo familiar Sforza, anunciaram um acordo com a Yum! Brands para a compra das marcas KFC e Pizza Hut no Brasil. Desde 2016, o fundo da família é detentor dos direitos de utilização da marca Taco Bell no Brasil, que também pertence globalmente à Yum! Brands.

 

O acordo inclui a aquisição da Família Martins de 14 unidades do KFC que pertenciam à Yum! Brands e o investimento de R$ 60 milhões nos próximos cinco anos na abertura de 20 unidades próprias da rede KFC, e mais R$ 75 milhões no mesmo período para a abertura de 35 lojas próprias da Pizza Hut. Presente no Brasil desde 1989, a Pizza Hut conta com 180 unidades, enquanto KFC tem atualmente 47 unidades.

 

Também em 2018  o Burger King Brasil fez seu IPO e adquiriu  a franquia do POPEYES no BRASIL. O empresário Jorge Paulo Lemann junto com seu fundo 3g Capital adquiriram em 2017 a POPEYES MUNDIAL e o BURGER KING a máster franquia no BRASIL do POPEYES.

 

Em 2018 e 2019 o Popeyes Brasil abriu nos das 10 melhores Shopping de SP, aonde as melhores unidades Burger Kings estavam com melhores resultados.

 

 

Em 2017 a HNT estava presente em 6 estados com 22 unidades.

Em 2018 a HNT está com 38 unidades em 8 estados.


 

Existem outros concorrentes de frangos no Brasil?

Sim, existem. Mas todos os concorrentes são cópias das cópias. Infelizmente no Brasil, o empreendedor acha que apenas comprar um balde de frango, criar um site e logo/slogan é o suficiente para vender frango. Mas infelizmente não é tão fácil assim. 

 

 

Mas porque o Frango da HNT é melhor do que a concorrência? E porque o frango da HNT não é a cópia da cópia?

 

 

 

 

Mas são tantos pontos importantes que vamos listar, mas o mais importantes é o mais obvio. O brasileiro não gosta de frango com osso, por isso apenas na HNT temos 5 cortes diferentes de frango desossados SUPER CROCANTE!

 

 

 

1. Tempero adaptado à cultura brasileira;

 

   2. Almoço: temos como diferencial nosso maravilhoso buffet das 11h às 16h, com até 8 tipos de proteínas, distribuindo as vendas ao longo de todo o dia.

 

  3. Equipamento próprio: desenvolvemos um projeto exclusivo de BUFFET para permitir a operação com refeições na hora do almoço sem prejudicar a visibilidade da loja e atendentes nos turnos da tarde/noite. Clique no link para entender como!

 

  4. Frango SUPER CROCANTE: nosso frango é servido em 6 tipos de cortes diferentes, e 5 deles SEM OSSO! Afinal, quem quer pagar pelo osso que vai jogar fora?

 

  5. Matéria prima de qualidade: Usamos equipamentos especializados para nossos produtos, com o mesmo padrão de excelência que nossos concorrentes, e além disso usamos apenas gordura de algodão para fritura, deixando ainda mais crocante e saudável sua refeição.

 

  6. Feito pra você: Nossos lanches são pensados para os variados gostos dos nossos clientes. Além do nosso tradicional frango crocante, temos tábuas para compartilhar, com opções de proteínas bovina e suína!

 

  7. Nossos sanduíches: Temos sanduíches com nosso frango crocante e também trabalhamos com burgers de Carne Bovina, em parceria com a Wessel, marca que entrega uma qualidade incrível e nos destaca da concorrência! Sem falar em nosso SUPER CHICKEN, que é o nosso BIG MAC.

 

 

 

 8. Molhos exclusivos: Nossos molhos BBQ Honey e Buffalo Chicken foram pensados especialmente para acompanhar o frango mais crocante do mundo

 

  9.  Uma, duas, três ou mais pessoas: Nossos baldes têm 4 tamanhos diferentes e todos já vêm com acompanhamento à sua escolha: BATATA FRITA,  anel de cebola ou aipim frito.

 

 10.  Modelos de negócio que cabem no seu bolso: Oferecemos modelo Container, loja de rua, loja de Shopping e Drive Thru, com variadas faixas de investimento (bem menores do que a concorrência)!

 

 

Não se convenceu que somos a melhor opção no mercado? Venha marcar um bate papo conosco! Meu nome é Rafael Medeiros e sou o responsável pela expansão Nacional! Mande um email ou clique aqui que em breve te ligo!

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts em destaque

História do Frango Americano no Brasil

February 26, 2019

1/7
Please reload

Posts recentes

March 10, 2020

January 22, 2020

December 18, 2019

December 14, 2019

Please reload

Arquivo